QUEM SOU

Minha foto
São Paulo, SP, Brazil
MA FERREIRA, mulher, mãe, esposa, pedagoga por formaçao, ceramista de coração. Amante da vida e das artes. Acredito que somos a mudança que queremos no mundo. Sou uma pessoa que acredita nas pessoas e na construção de um mundo melhor. Acredito que cada pessoa está onde deveria estar. Acredito que estamos na terra para evoluir. Acredito que o ser é muito melhor que o ter. Acredito numa força divina. DEUS!!!

Seguidores

BLOGS QUE PARTICIPO

  • www.mdfbf.blogspot.com
  • www.ceramicaconteporaneabrasileira.blogspot.com
  • contato: mdfbf@uol.com.br

domingo, 17 de abril de 2011

"OS AMORES DE PICASSO" - CONTINUAÇÃO DA POSTAGEM " ESTAMOS ONDE DEVERÍAMOS ESTAR"







Queridos amigos, seguidores ...Primeiramente fechem os olhos para o portugues, virgulas mal colocadas etc... Sou ceramista!!

Esta imagem de ceramica é obra de "Pablo Picasso", A segunda é a L’Infante Marie Marguerite de Velasques e L’Infante Marie Marguerite de Picasso, a terceira Pablo Picasso no museu de cera de Amsterdãm, a ultima foto é a famosa Catedral de Colonia - Alemanha. "A Catedral de Colónia, localizada na cidade alemã de Colónia, é uma igreja de estilo gótico, o marco principal da cidade e seu símbolo não-oficial.
A construção da igreja gótica começou no século XIII (1248) e levou, com as interrupções, mais de 600 anos para ser completada. As duas torres possuem 157 metros de altura, com a catedral possuindo comprimento de 144 metros e largura de 86 metros. Quando foi concluída em 1880, era o prédio mais alto do mundo. A catedral é dedicada a São Pedro e a Maria."

A maioria de vocês gostaram de saber da minha história de como eu cheguei ao MUNDO ENCANTADO DA CERAMICA, postado com o título ESTAMOS ONDE DEVEMOS ESTAR, dia 12-04.

Por esse motivo, resolvi escrever a parte 2. Não terá o mesmo impacto da primeira parte, mas espero conseguir escrever um texto pelo menos interessante.
Falamos das sincronicidades que aconteceram comigo antes da minha chegada ao mundo encantado da ceramica, e por que não, das artes.
Depois daquela peça, a bandeja azul com desenho das libélulas , claro que eu continuei com mais entusiasmo a fazer a minha arte. Eu acreditava mais em mim. Descobri que eu servia para alguma coisa..
Como o meu olhar estava voltado ao mundo das artes eu, começava a estudar, digamos, auto ditaticamente., coisas aconteciam..e cada dia fui aprendendo mais.
PICASSO. Claro que eu já tinha ouvido falar em Picasso. Mas nunca tinha parado para olhar as obras dele. Hoje possivelmente se vc me mostrar alguma obra, eu tenho chance de dizer o nome do autor. Mas antes, Picasso conhecia dó de nome.
Meu marido trabalha em uma empresa alemã. Vez por outra ele precisava fazer algum estágio por lá. Surgiu a oportunidade de minha filha e eu irmos juntos, juntamente com a esposa de outro funcionario, que também ia.

Nossos maridos iam trabalhar e eu e a minha amiga com nossas filhas arrumaríamos o que fazer durante o dia. Maravilha.

Acabou ficando melhor ainda.
A empresa, gentilmente colocou uma guia brasileira a nossa disposição enquanto nossos maridos trabalhavam. Três dias com guia brasileira, e
Com tudo pago. Coisa melhor?? E sem marido....( brincadeira ).

Estávamos em Hagen, relativamente perto de Colônia. Cidade turística na Alemanha.
Fomos de trem, visitar a famosa Catedral de Colonia. Muito bacana a viagem de trem até colônia. Nossas filhas tinham mais ou menos a mesma idade. Perfeito.

Ao lado da Catefral existe um museu. Que o nome me foge agora.
E estava tendo uma exposição de Picasso.
Um presente. Era só comprar o ingresso e entrar.
Foi o que fizemos.

Vi muitas, mais muitas obras de Picasso; E como eu pouco sabia sobre ele, fiquei sabendo lá, porque eu vi, que Picasso também em sua carreira tinha sido ceramista. Tinha passado pela cerâmica. EU VI AS CERAMICAS DE PICASSO.
Imagina a minha alegria com a descoberta. Eu cerâmica, Picasso também cerâmica. A vida estava me dando uma aula.

Ficamos uma semana na Alemanha e aproveitamos para ver outros países, onde aconteceram outras sincronicidades. No museu do Prado em Madri, estava tendo uma exposição onde Picasso fazia uma releitura das obras de Velasquez. Não vou contar agora para que esta leitura se já não estiver exaustiva, não fique. Fizemos nossa viagem..de mais uma semana e voltamos ao Brasil. Eu com mais conhecimento.

Cheguei na semana de meu aniversário. Ganhei um livro. Olha a sincronicidade: NA CAMA COM PICASSO. Ganhei de uma amiga, ela nem sabia que eu tinha ido viajar.

Voces já leram o MONGE E O EXECUTIVO? Se leram, não sei a opinião que vcs tem sobre ele.
Eu tenho a minha: O Título do livro é MAIOR que o conteúdo. Eu esperava mais.

No livro que ganhei da minha amiga, como ela é muito brincalhona, pelo título, achei que tivesse algum CONTEXTO SEXUAL mais picante. Mas não era nada disso. Ao contrario do MONGE E O EXECUTIVO, o nome da apesar de chamar a atenção, o conteúdo é bem mais interessante. Recomendo a leitura..
o Livro conta a história do pintor a partir das mulheres com que ele conviveu, e foram muitas. Excelente livro.

“Poucos viveram paixões tão intensas como Pablo Picasso. Um dos maiores gênios da pintura contemporânea, ele transpôs para as telas seu fascínio pelas mulheres, exaltando sensualidade e erotismo. Protagonizou inúmeras conquistas, foi o namorado amoroso, o amante infiel e o marido cruel. Suas mulheres passavam de deusas, quando apaixonado, a monstros torturados, no fim da relação. Poucas sobreviveram ao término do romance. Mas de uma forma ou de outra, todas influenciaram seus traços, especialmente as sete mulheres com quem conviveu: Fernande, Eva, Olga, Marie-Thérèse, Dora, Françoise e Jacqueline.”
Neste trecho fala do filme, mas aplica-se ao livro.

Mas vejam.... Fui para Alemanha, chego sem querer no museu em que tem uma exposi-
ção sobre Picasso, descubro que ele também fazia ceramica, o que me deixa encantada.Vejo mais Picasso em Madri, chego ao Brasil ganho o livro Na CAMA COM PICASSO , e na mesma semana passa na net o filme "OS AMORES DE PICASSO",
com o Anthony Hopkins. Aparece ele fazendo ceramicas no filme.

Agora eu digo... A arte estava ou não me procurando.
E como diz o ditado: Quem procura acho..acho que ela me achou...

Ma Ferreira