QUEM SOU

Minha foto
São Paulo, SP, Brazil
MA FERREIRA, mulher, mãe, esposa, pedagoga por formaçao, ceramista de coração. Amante da vida e das artes. Acredito que somos a mudança que queremos no mundo. Sou uma pessoa que acredita nas pessoas e na construção de um mundo melhor. Acredito que cada pessoa está onde deveria estar. Acredito que estamos na terra para evoluir. Acredito que o ser é muito melhor que o ter. Acredito numa força divina. DEUS!!!

Seguidores

BLOGS QUE PARTICIPO

  • www.mdfbf.blogspot.com
  • www.ceramicaconteporaneabrasileira.blogspot.com
  • contato: mdfbf@uol.com.br

sexta-feira, 2 de setembro de 2011

ALEGRIA, ALEGRIA!!!!!

clique nas imagens para ve-las ampliadas
                                           Miki, Eu, Beth, Eu e  Pris , Eu  e Tácito Fernandes

                                        Louise, Acácia Azevedo, Iweth, Tácito, Beth e Cibele
                                                               Eu e Cibele Nakamura


Olá Amigos...esta semana estarei ausente. Quando voltar..colocarei minhas visitas ( dentro do possível em dia ).


Continuando a falar sobre o Contaf.
Depois desta postagem uma pausa. Tentarei colocar em prática alguns dos conhecimentos obtidos.
Conforme as peças ficarem prontas, eu as publico.


Como já comentei , tive a oportunidade de me encontrar com alguns amigos/as  que fiz aqui na blogosfera.


Se vocês algum dia tiverem esta oportunidade, não a perca.


Vocês não imaginam a emoção. Abraçar a Acácia Azevedo, ouvir o seu sotaque de Pernambucana Doce, foi impagável. Rever a Cibele Nakamura, conhecer o talentoso Tácito Fernandes,  ver o sorriso estampado desta lindeza que é a Beth Yen, a troca de "figurinhas" com a Pris...


Fora o contato com tantos outros ceramistas que compartilham desse nosso amor pelo barro, ouvir suas experiencias,  suas historias, seus acertos e suas dificuldades..


E o objetivo de todos que estavam ali.. o compartilhar. O compartilhar de suas experiencias.


Nada levamos desta vida. Mas deixamos muito. 


Deixamos a nossa marca de amor. Amor pelo ser humano, amor pela família, amor  pela natureza,  amor pelos amigos, amor pelo que fazemos.


Nunca é tarde pra se descobrir uma vocação, uma habilidade. Passaram-se mais de quarenta anos para que eu me descobrisse.


Sempre achei que ARTE não era pra mim. Não era pra aquela menina que andava descalça no campo.
Filha de pais lavradores que nem o curso primário tinham. Cresci com esta idéia.


Mas um dia despertei. Despertei e renasci.


E descobri que, como eu li estes dias em uma das postagens de um de meus seguidores, que a dor é necessária. Que a tristeza é necessária para que você de valor a alegria.


Obrigada por fazerem parte de minha alegria.


Com carinho...

Ma Ferreira

http://www.acaciaazevedo.blogspot.com/
http://www.prispaque.blogspot.com/
http://www.tacitofernandes.blogspot.com/
http://bethshirotoyen.blogspot.com/