QUEM SOU

Minha foto
São Paulo, SP, Brazil
MA FERREIRA, mulher, mãe, esposa, pedagoga por formaçao, ceramista de coração. Amante da vida e das artes. Acredito que somos a mudança que queremos no mundo. Sou uma pessoa que acredita nas pessoas e na construção de um mundo melhor. Acredito que cada pessoa está onde deveria estar. Acredito que estamos na terra para evoluir. Acredito que o ser é muito melhor que o ter. Acredito numa força divina. DEUS!!!

Seguidores

BLOGS QUE PARTICIPO

  • www.mdfbf.blogspot.com
  • www.ceramicaconteporaneabrasileira.blogspot.com
  • contato: mdfbf@uol.com.br

sábado, 29 de outubro de 2011

Por Ma Ferreira: BRASIL PRESENTE : 1 st Jingdezhen foreigners Ceramic Art Competition

                                                                 Clique na imagem - Foto Sebastião Pimenta
                                                  China - Jingdezhen International Ceramic Exhibition - Salão Principal

Este post é muito especial para mim e acredito para muitos dos amantes da ARTE CERÂMICA.
Aconteceu na China entre os dias 18 a 22 de outubro de 2.011 a Grande Feira Internacional de Cerâmica na cidade de Jingdezhen - China.


Eu Ma Ferreira, juntamente com um grupo de brasileiros citados abaixo com suas respectivas OBRAS
nos sentimos imensamente honrados em participar deste evento.


Quero aqui deixar em meu nome e em nome de meus amigos participantes os nossos mais sinceros agradecimentos  ao Artista Plastico, Ceramista Sebastião Pimenta,  pela sua total dedicação, carinho  e apoio que nos deu e ainda continua dando,  nesta experiência única que foi participar deste evento na China.


Sonho compartilhado, sonho realizado!


Aos meus amigos de jornada, os meus parabéns pelos seus trabalhos.


Abaixo os trabalhos expostos de ceramistas brasileiros. Se por algum motivo esqueci d citar algum nome, por favor, me escrevam que terei o maior prazer em fazê-lo.

"O IMPORTANTE É TER EM MENTE QUE AS CONVIVÊNCIAS COM AS DIFERENÇAS É A MELHOR FORMA DA ARTE SE MANIFESTAR."
OSCAR D'AMBROSIO.


                                                                                     OBRA DE MA FERREIRA
                                                                      OBRA DE JULIA CRISTINA DE ANDRADE VITRAL
                                                                                OBRA DA ACÁCIA AZEVEDO
                                                                                http://acaciaazevedo.blogspot.com/
                                                                                       OBRA DE CHICO FERREIRA
                                                                                     OBRA DE REGIANE E. SANTO
                                                                              OBRA DE SEBASTIÃO PIMENTA
                                                                               OBRA DE YUKIO TSUKADA
                                                                          http://www.ceramicatsukada.com


Ps: Eu não poderia deixar o meu EBBBBAAAA!!!!!!!


Por Ma Ferreira

quinta-feira, 27 de outubro de 2011

MAGIA E PAIXÃO

clique na imagem para vê-la ampliada

Executei esta peça no torno usando argila terracota. Na arte da pintura utilizei várias combinações de esmaltes.                            Queimei em baixa temperatura, 980 grau.


...Porque aprendi, que a vida, apesar de bruta, é meio mágica. Dá sempre pra tirar um coelho da cartola!
                                     Caio Fernando Abreu


Por Ma Ferreira

sábado, 22 de outubro de 2011

RUAS DE OUTONO

                                                                   Clique na imagem para vê-la mais bonita!!

HOJE ENQUANTO EU OLHAVA ESTA PEÇA PENSANDO SE IRIA POSTA-LA OU NÃO, OUVI ESTA MÚSICA LINDA, NA VOZ DE ZIZI POSSI E ANA CAROLINA.. PENSEI, TAI, RUAS DE OUTONO.



Eu e minhas histórias...rs

Esta peça que criei já algum tempo estava fazendo parte da decoração da minha sala.

Ela saiu do forno rachada ao meio. Literalmente.
A Arte da pintura já tinha sido realizada juntamente com a primeira queima. Usei engobe ( duas tonalidades ), com a argila ainda mole.
Pois bem..
Geralmente quando isso acontece eu imediatamente me desfaço da peça. Exercitar o desapego sempre faz bem.
Acabou. Quebrou. Ponto. Parto para outra.
Mas neste caso eu não me desfiz da peça.
Peguei o velho e sempre bom super-bonder.  Colei as duas partes.
Mas onde as partes se juntaram ficou a marca bem nítida. Não adiantava enviar ao forno novamente.
Eu tinha umas pedrinhas em casa, alguns cascalhos..e cola.
E fui colocando pedrinha ao lado de pedrinha, na marca da rachadura.
Interessante..
Resolvi fazer uma florzinha..uma galhinho..outra florzinha.. e deu no que deu.

Na vida quantas vezes não precisamos juntar os pedacinhos?
As vezes..sai mais ou mesmos.  Mas é uma solução.
As vezes sai muito bom.Ótimo.
As vezes, depois de juntarmos os "cacos" saimos da experiencia bem melhor do que entramos.
As vezes não conseguimos juntar os cacos. Eles se quebraram em pedaços muito pequenos. O que fazer?
Ai começa a brincadeira do renascimento.  Renascer dos cacos.. mudando nossas ações, quem sabe conseguimos mudar as reações?
Esta é a  ARTE DE VIVER.

Por Ma Ferreira


PS. ESTOU ATRASADAS COM MINHAS VISITAS. ASSIM QUE DER PROMETO COLOCA-LAS EM DIA!



quinta-feira, 20 de outubro de 2011

ROSA AZUL


                                                                   clique na imagem para vê-la ampliada.
Confeccionei estas Obras Cerâmicas em argila branca. O prato foi feito no torno, as flores  modelei-as manualmente.



Eu e a Severa nos tratamos como mãe e filha. É de mãe o sentimento que ela nutre por mim. E é de filha o sentimento que eu nutro por ela. 


Ouro dia ela escreveu em sua postagem  http://severaescritora.blogspot.com/2011/09/azul-sempre-azul.html a seguinte frase:


"As nossas mãos nunca poderão
criar uma rosa azul,mas o nosso
coração e nossa alma podem criar
uma rosa azul sim;através de atitudes,
sentimentos de grandes gestos..."

Severa Cabral..


Naquele dia eu escrevi na sua pagina de comentários que eu faria uma  rosa azul pra ela, de cerâmica,  mesmo que demorasse. 
Mammy Severa...esta rosa é sua.


Com amor...


Ps. Não vale chorar... nem pedir para seus amigos virem ver esta postagem...rs...descansa!!
Um beijo no coração...


Ma Ferreira

quarta-feira, 19 de outubro de 2011

A V A L A N C H E

                                    Realizei este trabalho em argila terracota. Queimei em alta temperatura, 1.140 graus.
                                                                                    clique para vê-lo ampliado


 "Quando os ventos de mudança sopram, umas pessoas levantam barreiras, outras constroem moinhos de vento."
Érico Veríssimo




Por Ma Ferreira

domingo, 16 de outubro de 2011

EU E O MEU SONHO

Eu e  Minhas Obras
cliquem nas imagens para vê-las ampliadas





"Peixes" Obra de Pris Spaduto
Eu e a Obra de Acácia Azevedo

Eu e a Nadia Celino  Millon, e sua Obra 
Obra de Cibele Nakamura 
Recorte II, Obra de Iweth Kusano
                                                              Eu e minha querida Amiga que tem nome de Flor..Angela Lis
                                                                 o Fundo Obra de  Augusto T. Higa - Acrilico sobre tela

 Esta foi a minha primeira exposição. Já participei de vários eventos. Mas EXPOSICÃO ARTÍSTICA
no sentido exato da palavra, foi a primeira.
Foi um sonho realizado. Sonho este que como já comentei aqui começou  se realizar a dois anos atrás. quando eu disse: Um dia estarei aqui participando desta exposição.

Se estou feliz? muito!!
No meio de tantos talentos, de tantas diversidades, eu estava lá e não fiz feio..rs

Me sinto preparada para alçar outros VÔOS. Eu quero. Eu posso. Eu consigo!! Eu aprendiz...


                                                                   PUPA ROMPIDA
                                                                   ENSAIA O PRIMEIRO VOO
                                                                   BORBOLETA AZUL.
   
                                                                                              Elisa, http://pintandohaikai.blogspot.com/

Por Ma ferreira
                                                                       

sábado, 15 de outubro de 2011

AUSÊNCIA


clique na imagem para vê-la em tamanho ampliado!


Me fascina a viagem pelo mundo encantado dos esmaltes. Gosto de me arriscar nas misturas.  Sou guiada pela intuição. Sempre saio ganhando. Muitas vezes o resultado não é aquele que espero. É aquele que preciso para meu aprendizado. Como tudo na vida.
O resultado é um combinado com o barro e o fogo!!
Não sei se sou quem moldo o barro ou se sou moldada por ele.



Por muito tempo achei que ausência é falta.
E lastimava, ignorante, a falta
Hoje não a lastimo.
Não há falta na ausência
A ausência é um estar em mim
E sinto-a, branca, tão pegada, aconchegada nos meus braços,
que rio e danço e invento exclamações alegres,
porque a ausência, a ausência assimilada, ninguém rouba mais de mim.

Carlos Drummond de Andrade
Corpo
Novos Poemas

Por Ma Ferreira



Ps. A exposição a qual estou participando encerra-se amanhã, domingo as 15 hs.
Vale a pena uma visita. A parte de Art Craft a qual a cerâmica esta incluida esta MARAVILHOSA!!
Aliás toda a exposição esta.  A Art Craft fica no Salão Nobre, no segundo andar.


A entrada é franca.
A exposição: Quinta Grande Exposição de Artes BUNKYIO.
 09 a 16 de Outubro
Sabado e domingo, das 10h as 18 h
Ultimo dia, 16 de outubro, das 10 as 15 hs.


Rua São Joaquim, 381 - Liberdade - São Paulo-Sp
Ao lado da Estação São Joaquim do Metrô.

quarta-feira, 12 de outubro de 2011

SOMOS TODOS IGUAIS!!

                       Esta obra  de minha autoria esta exposta na Quinta Exposição de Artes Bunkyo
                                                              até o dia 16/06/2011

                  Obra confeccionada no torno com ajuda do Flávio, meu professor de torno. Usei argila
                                                                           tabaco.                                                    
                                           

Dedico esta postagem a querida Celina Dutra ( http://colheitadegirassois.blogspot.com/ ).

Rumo  É tempo, companheiro!  Caminhemos ...  Longe, a Terra chama por nós,  e ninguém resiste à voz  Da Terra ...  Nela,  O mesmo sol ardente nos queimou,  a mesma lua triste nos acariciou,  e se tu és negro e eu sou branco,  a mesma Terra nos gerou!  Vamos, companheiro ...  É tempo!  Que o meu coração  se abra à mágoa das tuas mágoas  e ao prazer dos teus prazeres  Irmão.  Que as minhas mãos brancas se estendam  para estreitar com amor  as tuas longas mãos negras ...  E o meu suor  se junte ao teu suor,  quando rasgarmos os trilhos  de um mundo melhor!  Vamos!  que outro oceano nos inflama.. .  Ouves?  É a Terra que nos chama ...  É tempo, companheiro!  Caminhemos ...

Alda Lara

Biografia
(Alda Ferreira Pires Barreto de Lara Albuquerque. Benguela, Angola, 9.6.1930 - Cambambe, Angola, 30.1.1962). Era casada com o escritor Orlando Albuquerque. Muito nova veio para Lisboa onde concluiu o 7º ano do Liceu. Freqüentou as Faculdades de Medicina de Lisboa e Coimbra, licenciando-se por esta última. Em Lisboa esteve ligada a algumas das atividades da Casa dos Estudantes do Império. Declamadora, chamou a atenção para os poetas africanos. Depois da sua morte, a Câmara Municipal de Sá da Bandeira instituiu o Prêmio Alda Lara para poesia. Orlando Albuquerque propôs-se editar-lhe postumamente toda a obra e nesse caminho reuniu e publicou um volume de poesias e um caderno de contos. Colaborou em alguns jornais ou revistas, incluindo a Mensagem (CEI).
A exposição:
 09 a 16 de Outubro
Segunda a Sexta, das 12h as 18 h
Sabado e domingo, das 10h as 18 h
Ultimo dia, 16 de outubro, das 10 as 15 hs.
Dia 12 de Outubto(feriado) fechada.
Entrada Franca


Rua São Joaquim, 381 - Liberdade - São Paulo-Sp
Ao lado da Estação São Joaquim do Metrô.



Por Ma Ferreira

terça-feira, 11 de outubro de 2011

12 de Outubro - Dia de todas as Crianças!!



                          Ceramicas confeccionadas em argila branca. Eu as pintei e queimei em 980 graus.


Tenho muito de criança na minha alma de gente grande!
                                              Ma Ferreira



Neste 12 de Outubro, dia que comemoramos do Dia das Crianças, deixo aqui mm beijinho muito carinhoso a todas:  as que são, as que foram e as que voltaram a ser!!

Por Ma Ferreira

domingo, 9 de outubro de 2011

AMOR DE OUTONO

                                                          Amor de Outono

                                               Cerimônia de abertura  da Exposição

Ontem ( sábado ), foi a abertura da QUINTA GRANDE EXPOSIÇÃO DE ARTE BUNKYO 2011.


Vocês que me acompanham nesta minha jornada pelo mundo da Arte Cerâmica bem podem imaginar a minha alegria.


A Obra acima  e mais outras duas da minha autoria estão entre as obras  que foram  selecionadas para a exposição.


Para mim é uma honra estar entre todos estes artistas.  Eu aprendiz, sempre....



"Sinto a firmeza dos seus passos
enquanto trilhas o seu caminho. 
Sabes onde ele te leva, 
sabes o que deve levar. 
Siga, que de mãos tens a minha 
...e a de quem mais te ama também. 
Já se pode ver o horizonte
e a luz que por trás deste te espera



Leila Rodrigues (leilarodrigues-palavras.blogspot.com )


Leila..Palavras.... palavras podem elevar o ser humano a dar o seu melhor e palavras
podem  fazer com que outros seres  desistam  de seus sonhos sem ao mesmo tentar.


Obrigada pelas suas PALAVRAS viu??


A exposição:
 09 a 16 de Outubro
Segunda a Sexta, das 12h as 18 h
Sabado e domingo, das 10h as 18 h
Ultimo dia, 16 de outubro, das 10 as 15 hs.
Dia 12 de Outubto(feriado) fechada.
Entrada Franca


Rua São Joaquim, 381 - Liberdade - São Paulo-Sp
Ao lado da Estação São Joaquim do Metrô.


Duvidas pode me escrever: mdfbf@uol.com.br






Por Ma Ferreira


sexta-feira, 7 de outubro de 2011

URUGUAY TE QUIERO!

                       Confeccionei esta peça em placa de argila preta. Queimei em alta temperatura.
Obra de Carlos Páez Villaró
                                                            Plaza de La Armada - Uruguay
                                  Pra descontrair...Ele não me mordeu..rs Puerto de Punta Del Este
                                                              Estava com fome o Bichinho!!


Esta é a QUARTA postagem que faço falando do Uruguay . Nas postagens anteriores falei sobre o artista plástico  Carlos Paez Villaró. 
Após este post  vou dar um descanso a vocês.
Confesso que  minha vontade era contar sobre aquele Acidente na cordilheira dos Andes. O filho de Villaró foi um dos sobreviventes. Tive dificuldade em montar um texto bacana.
Mas..vou ler o Livro Entre Meu Filho, Eu e a Lua, onde ele ( Villaró ) conta a história e prometo em breve ( talvez não tão em breve ) fazer um post a respeito.
Adorei publica-las. Agradeço todos que me visitaram.Um beijo a Cissa, que me inspirou nessa sequencia de postagens.
Para quem não acompanhou sugiro:
http://mdfbf.blogspot.com/2011/10/uruguay-por-ma-ferreira-para-ana.html
http://mdfbf.blogspot.com/2011/10/c-r-e-p-u-s-c-u-l-0.html
http://mdfbf.blogspot.com/2011/10/c-e-r-i-m-o-n-i-d-o-s-o-l.html


Hoje trago a vocês o grande escritor uruguayo Mario Benedetti.  Nascido em 14 de setembro de 1920, em Paso de los Toros, Tacuarembó Departamento, República Oriental do Uruguai, foi um famoso poeta, romancista, dramaturgo contador de histórias, e crítico, e, juntamente com Juan Carlos Onetti, a figura mais relevante da uruguaia literatura da segunda metade do século XX. Em  2001, ele recebeu o prêmio  em reconhecimento a José Martí Iberoamericano toda a sua obra. Ele foi diretor do Departamento de Literatura Americana na Faculdade de Ciências Humanas e Diretor do Centro de Pesquisas Literárias em Havana.




tradução


Tuas mãos são minha carícia
Meus acordes cotidianos
Te quero porque tuas mãos
Trabalham pela justiça
Se te quero é porque tu és
Meu amor, meu cúmplice e tudo
E na rua lado a lado
Somos muito mais que dois
Teus olhos são meu conjuro
Contra a má jornada
Te quero por teu olhar
Que olha e semeia futuro
Tua boca que é tua e minha
Tua boca não se equivoca
Te quero porque tua boca
Sabe gritar rebeldia
Se te quero é porque tu és
Meu amor, meu cúmplice e tudo
E na rua lado a lado
Somos muito mais que dois
E por teu rosto sincero
E teu passo vagabundo
E teu pranto pelo mundo
Porque és povo te quero
E porque o amor não é auréola
Nem cândida moral
E porque somos casal
Que sabe que não está só
Te quero em meu paraíso
E dizer que em meu país
As pessoas vivem felizes
Embora não tenham permissão
Se te quero é porque tu és
Meu amor, meu cúmplice e tudo
E na rua lado a lado
Somos muito mais que dois.
Mario Beneddeti
Por Ma Ferreira



PS. VOU DEIXAR O SORTEIO DOS TREZENTOS SEGUIDORES PARA A SEMANA QUE VEM POR CONTA DA GREVE DOS CORREIOS.


sábado, 1 de outubro de 2011

URUGUAY, POR MA FERREIRA PARA ANA CECILIA ROMEU!!

clique na imagem para vê-la ampliada

Criei  esta Obra Cerâmica especialmente para acompanhar  o poema que a querida Cissa do blog http://anaceciliaromeu.blogspot.com/
escreveu em homenagem a  seu amado Pai que está na companhia de Deus.
           Na Criação deste trabalho me inspirei na Obra do Grande Artista Plástico Uruguaio  Carlos 
                                                                      Paes Vilaró


.``....Nosso pai  nasceu em Dom Pedrito, no interior do RS, mas sua família (pai e irmãos) migrou para o Uruguay muito cedo e estabeleceu-se em fazendas na região de Tacuarembó.
Nosso  avo era arrozeiro e passou isso para os filhos, que também criavam gado em suas terras.
Nosso Pai  veio estudar arquitetura em Porto Alegre, pegou o caminho inverso do campo, mas nos ensinou o amor incondicional por aquele país, que considerava o seu país."...
Bel..irmã da Cissa

No link a Cissa declama o poema que ela escreveu em homenagem ao Papai dela.


Uruguai

Terra onde os campos são mais verdes
e o céu mais negro.
O que seriam das estrelas brancas
se não fosse o céu negro das campanhas do Uruguai?

Querido país,
da bebida amarga e braços doces,
onde o leite e a infância são mais viscosos.

Uruguai,
de ponta a Punta,
Rivera,
Tacuarembó, terra de Gardel,
Piriápolis, onde um visionário escolheu ser mística e é,
até o sexto morro de Montevideo.

Rincão Celeste, 
onde habitam anjos que não falam,
pois estão a beber o amargo,
e estender seus doces braços.

Uruguay,
donde los angeles se callan en el cielo negro.
Celeste tierra,
amargo dulce de sus brazos.
                                   Ana Cecilia Romeu


                                    presente do Kamba Vino - http://www.vinoartes.blogspot.com/, para Cissa.. peguei este
                                              selo emprestado no blog dela. Difícil é saber quem é o mais fofo, ELA ou o                                                                                                  
                                                                                                         gatinho!
                                                                            


Cissa.... foi com todo carinho que fiz esta postagem a  você. Pessoa carismática e talentosa, 
que é expert em cativar amigos. Você é minha Irmãzinha.  Sou feliz em te-la  perto do coração. Quem sabe um dia eu vou conhecer as terras gauchas e a gente toma um chimarrão??


Ma Ferreira