QUEM SOU

Minha foto
São Paulo, SP, Brazil
MA FERREIRA, mulher, mãe, esposa, pedagoga por formaçao, ceramista de coração. Amante da vida e das artes. Acredito que somos a mudança que queremos no mundo. Sou uma pessoa que acredita nas pessoas e na construção de um mundo melhor. Acredito que cada pessoa está onde deveria estar. Acredito que estamos na terra para evoluir. Acredito que o ser é muito melhor que o ter. Acredito numa força divina. DEUS!!!

Seguidores

BLOGS QUE PARTICIPO

  • www.mdfbf.blogspot.com
  • www.ceramicaconteporaneabrasileira.blogspot.com
  • contato: mdfbf@uol.com.br

quarta-feira, 16 de maio de 2012

BUMMMMMM!!!!!!


                           Executei a peça ceramica no torno. Depois da criação pictórica queimei a 980 graus.

"Buscam-se, rebuscam-se, na flor do desejo o fruto do amor! Brota pólen, pólen selvagem no chão vermelho do coração: o mito orgástico da vida."
Alcenir Gouveia



Nas artes, o Abstracionismo lírico ou abstracionismo expressivo inspirava-se no instinto, no inconsciente e na intuição para construir uma arte imaginária ligada a uma "necessidade interior"; tendo sido influenciado pelo [expressionismo], mais propriamente no [Der Blaue Reiter]. Aparece como reação às grandes revoluções do [século XX], nomeadamente a [Primeira Guerra Mundial].
O jogo de formas orgânicas e as cores vibrantes eram bem patentes; mas também a linha de contorno sobressaía nesta arte nitidamente não figurativa.
Procurava uma aproximação à [música], onde a expressividade dos sons se transformava em linguagem artística. É desta forma que o abstracionismo lírico pretende igualar ou mesmo superar a música, transformando manchas de cor e linhas em ideias e simbolismos subjectivos.
O abstracionismo de qualquer tipo não mostra paisagens nem pessoas em si , desperta emoções e sensações diferentes em cada pessoa.

O que mais me encanta no abstracionismo é a subjetividade de sensações onde cada um interpreta o que ve
de acordo com a sua vivência.

E a voce, que emoção esta obra lhe desperta??

Com carinho,
Ma Ferreira