QUEM SOU

Minha foto
São Paulo, SP, Brazil
MA FERREIRA, mulher, mãe, esposa, pedagoga por formaçao, ceramista de coração. Amante da vida e das artes. Acredito que somos a mudança que queremos no mundo. Sou uma pessoa que acredita nas pessoas e na construção de um mundo melhor. Acredito que cada pessoa está onde deveria estar. Acredito que estamos na terra para evoluir. Acredito que o ser é muito melhor que o ter. Acredito numa força divina. DEUS!!!

Seguidores

BLOGS QUE PARTICIPO

  • www.mdfbf.blogspot.com
  • www.ceramicaconteporaneabrasileira.blogspot.com
  • contato: mdfbf@uol.com.br

segunda-feira, 16 de julho de 2012

LAURA TRISOT, POR MA FERREIRA

Criei esta Obra  Cerâmica em argila terracota. Após a arte pictórica queimei a 1.140 graus. Alta temperatura.

clique na imagem para vê-la ampliada

Pormenor  

Olá meus amigos!!


Criei esta obra cerâmica  inspirada na arte desta grande artista chilena Laura Trisot.

Laura, muito obrigada por me autorizar a  passar para  a arte cerâmica,
um pouco de você, da sua arte e do seu sentimento.

Penso que entre tantas coisas,  a arte de alguma forma nos transporta para lugares nunca antes imaginados.

Muito de mim a você,  que me faz viajar para o seu mundo toda vez que aprecio uma Obra sua.


                                             ABAIXO OBRAS DE LAURA TRISOT

                                                            
       http://pinturastrisot.blogspot.com.br/




Soneto XVII
No te amo como se fueras rosa de sal, topacio
o flecha de claveles que propagan el fuego:
te amo como se aman ciertas cosas oscuras,
secretamente, entre la sombra y el alma.


Te amo como la planta que no florece y lleva
dentro de sí, escondida, la luz de aquellas flores,
y gracias a tu amor vive oscuro en mi cuerpo
el apretado aroma que ascendió de la tierra.


Te amo sin saber cómo, ni cuándo, ni de dónde,
te amo directamente sin problemas ni orgullo:
así te amo porque no sé amar de otra manera,


sino así de este modo en que no soy ni eres,
tan cerca que tu mano sobre mi pecho es mía,
tan cerca que se cierran tu ojos con mi sueño.
Pablo Neruda - Cien sonetos de amor
Besos e besos, carinos muchos!
Por Ma Ferreira